quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

O destino nos uniu.

                                                     
                                                              O destino nos uniu

                 Uma história de amor,por KALLYNE MARTINS.


Era uma vez,dois jovens que acabam se conhecendo de uma forma trágica. Um acidente acabou unindo duas pessoas que nunca imaginariam que uma coisa assim pudesse uni-los. [Essa é uma história triste e encantadora que já foi escrita.Espero que aproveite]

Tudo começou quando a menina estava sozinha,desprotegida...

Tudo bem?---Perguntou o garoto.

A menina desconfiada respondeu.

Tudo.

Não é o que seus olhos estão dizendo---disse o garoto.

E o que os meus olhos estão dizendo?---perguntou a menina na mais pura ingenuidade.

Você andou chorando.Seus olhos estão vermelhos.Claramente,você está tiste.Não precisa ter medo.Pode confiar em mim.---disse o garoto sorrindo.

Não acho que deveria confiar em uma pessoa que nunca,se quer ,vi em toda a minha vida.---respondeu a garota com toda a segurança.

Acho que tem razão.Bom,então é melhor ir embora.Tem certeza de que você vai ficar bem aqui sozinha?---perguntou o garoto.

Acho que...----parou a garota. Acho que preciso desabafar,mas não com você.Não o conheço.Sinto muito.---respondeu a garota em duvida.

Então,acho que deveríamos nos conhecer melhor.----respondeu o garoto.

Talvez.---disse a menina,com um sorriso meio de canto.

Seria um completo absurdo se a convida-se para sair?---perguntou o garoto.

Talvez.---respondeu a menina.

Vamos no parque de diversões?---perguntou.

Agora?

Agora.---respondeu o garoto,sorrindo.

Por que,não?

A menina e o garoto vão ter seu primeiro encontro.Mas será que ela está sendo correta em aceitar sair com um desconhecido? E se ele for um estuprador? E se ele for um assassino? um psicopata?Será que ele é realmente um desconhecido?

Durante o caminho,os jovens conversam bastante.Eles pretende conhecer um pouco mais um do outro.

Qual é o seu tipo favorito de filme?---pergunta o garoto.

Não sei bem.Talvez musicais,romance,suspense. Sou um pouco indecisa para essas coisas.

Não acho que tenho o mesmo problema,pois amo filmes com gêneros melodramáticos.Curto chorar por amor impossivel .----respondeu o garoto.

A bela menina sorriu delicadamente.Ela já estava começando a confiar no belo garoto de olhos azuis e sorriso perfeito!

Amor impossível?

Amor impossível.----respondeu o garoto.

Talvez eles existam.Talvez sejam só coisas de filmes.---disse a menina.

Você não acredita no amor?---perguntou ele.

Talvez.Nunca encontrei alguém por quem fosse me apaixonar,algum dia.---respondeu a menina.

Será verdade mesmo que a menina nunca se apaixonara por ninguém?

Ninguém?---perguntou.

Não.

Então,acho que nem eu posso ser o seu primeiro amor.---disse o garoto entristecido.

A menina fica todo encabulada com as palavras do garoto.

Olha,é o parque!---disse a menina,tentando mudar de assunto.

É.---disse o menino,cabisbaixo.

Em qual brinquedo você quer andar primeiro?---perguntou

Não sei.Faz muito tempo que não venho a um parque de diversões.---respondeu o garoto.

Então,e se fosse-mos na roda gigante,primeiro?

Por mim,tudo bem.----respondeu o garoto.

A menina não contara que sentira medo de altura.Mas ela estava tão entusiasmada que nem se importou,até...

É tudo tão lindo daqui,não acha?---perguntou o garoto.

É.

Olha como a lua parece estar bem mais perto do que quando estávamos lá em baixo!---disse o garoto impressionado.

É!

E as estrela!! Estão lindas hoje.----disse o garoto.

É verdade.---respondeu a menina tentando disfarçar o medo.

O que está acontecendo?Pensei que gosta-se de parques de diversões.---perguntou o garoto.

E gosto.Gosto muito,só que....

O garoto interrompeu.

Só que você tem medo de altura,acertei?

Acertou.Me desculpe,eu estava tão impolgada que acabei esquecendo do meu medo.---respondeu a menina chorando.

Não precisa se desculpar.Quem não tem medo de alguma coisa nessa vida? Eu,por exemplo, tenho medo de montanha-russa,e resei para que não pedisse para ir numa,assim que chegamos.----disse o garoto sorrindo.

Isso fez com que amenina sorrisse e parasse de chorar.Esse parecia,realmente,o garoto perfeito.

O garoto enxugou as lagrimas da bela menina,e a olhou profundamente,como se estivesse tentando decifrar a bela moça pelo olhar.

Você é linda---disse o garoto. Seus olhos brilham como as estrelas lá do céu!

A menina fica um pouco sem graça,mas,continua ouvindo o garoto com atenção.

Não acho que nos encontramos por acaso.Acredito em destino!E o meu destino foi te encontrar naquela lanchonete,mais sedo.---disse o menino,com ar de apaixonado.

Eles se olham por alguns segundo,e então...eles dão o seu primeiro beijo.

Seria loucura se eu te disse-se que estou apaixonado por você? Sabe,nos conhecemos a uma hora e você já conseguiu me conquistar.Você conseguiu roubar o meu coração.---declarou o garoto.

A menina fica se reação.A roda gigante para e amenina sai correndo.

Ei,não fuja.Por favor,não vá.Você nem me disse o seu nome.

Perdendo a menina de vista,o garoto só vê uma solução,voltar a lanchonete na qual se conheceram,para poder encontrar sua amada novamente.

Eu amo você---disse o garoto.

Voltando para casa,a menina sorrir quando lembra do melhor momento de sua vida!
Aquela foi,definitivamente,uma noite magica.

No dia seguinte,o garoto volta e espera sua amada na porta da lanchonete,na esperança dela aparecer,mas ela não aparece,nem do dia seguinte,nem no outro dia e nem no outro,nem no outro,nem no outro,até que ele desisti de voltar naquele lugar.
A menina havia sumido.Nunca mais voltara naquele lugar.

Seis meses depois,a menina resolve se mudar para londres.No intercambio ela acaba descobrindo que,o garoto que havia beijado naquela noite magica,fazia parte da mesma turma de inter cambistas que ela.A garota fica surpresa,porém,feliz com aquela conhecidencia.
O garoto fica impressionado quando a vê alí,no mesmo lugar que ele,novamente!

Ele corre para falar com ela,mas ela foge,novamente.

Não fuja de novo,por favor! Não fuja.Eu não acredito.A perdi de novo.Perdi a mulher que amo.Deixei ela sumir,novamente.---disse o garoto chorando.

A menina,percebendo estar fora do alcance do belo garoto,para de correr.

Não posso acreditar! Ele também está aqui!---disse a menina,sorrindo. Não posso mais fugir.Uma hora isso iria acontecer.Mas como fui me apaixonar  assim?Como?Como?---perguntou a menina,gritando com os olhos cheios de lagrimas.

Anoitece e nenhum dos dois conseguem dormir,pensando um no outro e no como aquela noite ficara guardada pro resto de suas vidas.
Caminhando na rua,a menina encontra um parque de diversões. Lembrando da noite que teve com esse garoto ,ela decidi andar na roda gigante.

Não posso fazer isso,não sozinha.---disse a garota,com medo.

E não vai.

A menina se vira e vê que o garoto está parado bem atrás com um sorriso estampado em seu rosto!

Você não vai fugir de novo,ou vai?---pergunta o garoto.

A menina pega na mão do garoto e o leva para a roda gigante.Eles começam a lembrar daquela noite magica,e então o garoto pergunta....

Por que você fugiu de mim naquela noite?

Eu não estava fugindo de você---- responde a garota.

Não?---responde. Então,do quê você estava fugindo?

De mim.

Não entendo.Como assim fugindo de você?---pergunta o garoto.

Eu sempre te amei Louis,sempre te amei!

O garoto fica surpreso,pois nunca contara o seu nome para a menina.

Sim,eu sei quem você é.

Mas...como?como você sabe quem sou?---pergunta o garoto surpreso.

Nós nos conhecemos no hospital.Você me ajudou a superar a minha depressão. Sabe,louis,depois do acidente,você foi a única pessoa que me aceitou de verdade,sem medo,nojo ou rejeição.Eu estava completamente sem chão e você me salvou!---respondeu a menina com um enorme sorriso no rosto e lagrimas nos olhos.

Você é a garota que eu atropelei?---perguntou,assustado.

Naquela época,eu usava curativos por todo o rosto.Devido ao forte impacto do carro,eu fui arremessada para longe e isso acabou me desfigurando toda.

Não consigo acreditar,que você é aquela mesma garota!

Sou eu.Uma vez você me disse ''De aparência vive o ignorante,de coração e de amor vive o sábio. Nunca deixe os outros te botarem para baixo,você é linda pelo que tem por dentro e não pelo o que tem por fora''.Eu nunca mais esqueci dessa linda frase.

Aí meu Deus.Eu lhe procurei no hospital,mas você já tinha recebido alta.Não sabia onde encontra-la.---disse o garoto,chorando.

Eu me apaixonei por você muito antes de nos revermos na lanchonete.Eu fugi de você por medo de perde-lo,por medo de afastá-lo.Eu não sabia o que fazer,o que dizer.Sinto muito.

Eu lhe esperei na frente daquela lanchonete por trinta e um dias.Eu realmente achei que fosse voltar lá.

Eu sabia que não iria me esquecer assim tão facilmente.Eu o conheço muito bem.

Por isso nunca mais foi lá.---disse o garoto.

Há alguns meses atras,numa roda gigante,em uma noite estrelada você me disse que acreditava em destino.Já é a terceira vez que nos encontramos.---disse a garota sorrindo discretamente.

Como?Como você se apaixonou por mim?Eu te atropelei,lhe deixei desfigurada.Como?Por que não me odeia?POR QUE?---perguntou o garoto chorando.

O meu odio por você,se transformou em amor,no momento em que você deixou de viver sua vida para estar com uma garota na qual nem conhecia,contando histórias para ela dormir,fasendo-a sorrir,espantando todo o mal,dor,tristeza que ela estava sentindo naquele momento tão difícil.---respondeu a menina olhando bem no fundo dos olhos do garoto.

Eu não podia deixa-la sozinha. Quando eu fui visita-la,pude perceber o quão especial você era.Me encantei naquele momento.---disse o garoto com alegria.

Sinto que estamos ligados.Esses meses longe de você...não sei...eu...eu...tinha um buraco enorme no meu coração.---disse a garota.

Amor impossível,talvez?---perguntou o garoto sorrindo.

Os dois sorriram,olharam-se profundamente e então,em fim,se beijaram.
Um minto de pura paixão.Um amor que superou um acidente trágico. Um amor que superou o tempo.Um amor que superou segredos.O ódio que se transformou em amor.Uma admiração que acabou se transformando em algo mais profundo.Um amor infinito,talvez?Quem sabe,né?

No final os dois acabaram descobrindo o verdadeiro poder do amor.Ashley,acabou descobrindo que o amor verdadeiro existe e Louis que amor impossível não existe,porque se você ama mesmo uma pessoa,vai fazer de tudo para estar com ela!

[Depois daquela noite,os dois deixaram o intercambio e foram aproveitar Londres,uma cidade tão linda e encantadora,juntos! Dois anos depois,o casal acabou abrindo uma empresa de lanchonetes pelo mundo inteiro,já que Ashley herdara uma herança  trilhonária de um tio que viera a falecer.. Sinco anos depois os dois se casam,Ashey engravida e dá a luz a gêmias. .Muitos anos depois,o casal acaba falecendo de causas naturais,são enterrados um ao lado do outro.E assim os dois viveram felizes para sempre.Até depois da morte]

Mas antes disso tudo acontecer,eles disseram mais alumas coisinhas naquela roda gigante!

Eu te amo Louis.Eu te amo,como nunca amei ninguém---disse Ashley.

Eu também te amo Ashley---disse Louis. Eu te amo muito,muito,muito,muito mesmo,escutou mundo? Eu amo essa linda garota que está sentada do meu lado---gritou Louis. Ashley,você aceita namorar esse garoto atrapalhado,porém,que te ama muito?

Ashley toda emocionada,responde...

Sim,Sim,sim,sim,sim,sim,infinitamente.EU TE A-MO.

Agora sim.E os dois viveram felizes para sempre!!!!

                             FIM

Será que continua? Não sei.Até mais.

Só mais uma coisinha.Você deve estar se perguntando,Por que no começo da hitória a menina parecia não conhecer o garoto?

Eu posso explicar.

Ashley ficou com medo desse sentimento que ela tem por Louis,por isso vingiu não conhece-lo.Ela,depois de muito tempo e depois de tanto fugir do seu destino,acaba deixando esse medo de lado e vivendo sua vida com seu amado.Eles nasceram um para o outro.Nada do que ela fize-se para ficar lonje dele,daria certo,tanto que eles sempre acabavam se reencontrando.Ela fugiu dele no hospital quando recebeu alta.Tá,ela havia recebido alta,mas ela podia ter voltado no hospital para aviza-lo e manter contato,mas ela preferiu fugir.Depois foi na lanchonete,ela finguiu que não o conhecia,mesmo assim aceitou seu convite para sair,foram ao parque,adaram na roda gigante e se beijara,depois ela saí correndo,fugindo novamente dele.E por ultimo,o intercambio.Ela fugiu qaundo descobriu que ele também estava lá,sendo assim a terceira vez que ela fugira do seu verdadeiro amor.

MORAL DA HISTÓRIS

O medo não nos leva a nada.Lute pelos seus sonhos,pelos seus objetivos e o mais importante,pelo seu verdadeiro amor.Não faça como a Ashley,não fuja,encare as coisas,encares seus problemas de frente e seja feliz assim como ela foi com o Louis! -------Kallyne Martins


Inicio 10/09/2015


Término 11/09/2015 as 2:21 da manhã!

Nenhum comentário:

Postar um comentário